União Comercial de Automóveis

Prestígio e excelência

\\ Texto Maria Amélia Pires
\\ Fotografia Photo Atelier © Walter Fernandes

Desenvolvendo o seu core business sobre quatro linhas de negócio ? venda de veículos automóveis, de geradores, de peças e acessórios e prestação de serviços de assistência técnica pós-venda ? a União Comercial de Automóveis há muito traça um percurso de sucesso em Angola. A localização privilegiada, em cinco pontos estratégicos, localizados em quatro das principais províncias do país ? Luanda (Miramar e Mulemba), Lubango, Lobito e Namibe ? são uma mais-valia importante, mas é o savoir faire resultante da vasta experiência, da competência dos seus colaboradores, do prestígio das marcas que representa e do serviço de qualidade que presta aos seus clientes, que têm sido fatores de diferenciação.

A União Comercial tem a sua origem numa sociedade então denominada Noelke & Carvalho, Lda., criada em 1933. Foi substituída em 1940, rebaptizando-se para União Comercial de Automóveis, Lda. Em 1946, há uma nova escritura com alterações aos estatutos, confirmando a sede da empresa em Luanda, atualizando-se o capital social e estabelecendo o exercício da sua atividade em duas filiais: uma em Nova Lisboa (atual Huambo) e outra em Léopoldville, Congo Belga (hoje, Kinshasa, República Democrática do Congo). No dia 1 de Maio de 1969, uma nova escritura pública atesta a constituição da sociedade União Comercial de Automóveis, SARL, transformando-se as suas quotas em acções e assumindo-se «União» como nome abreviado da empresa.

A Land Rover representa a maior fatia de vendas da União, muito embora a Jaguar tenha vindo a apresentar índices de crescimento notáveis no sector premium.

A representação da Land Rover, que a União detém em Angola, existe praticamente desde a criação da marca, cujo projeto original foi iniciado em 1947 por Maurice Wilks, designer chefe da Rover Company, presumivelmente inspirado num jeep americano da II Guerra Mundial, surgindo os primeiros veículos em várias tonalidades de verde, por aproveitamento dos excedentes de tinta usada nos cockpits de aeronaves. Os veículos da marca continuam a ser produzidos em Inglaterra. 

A Land Rover representa a maior fatia de vendas da União, muito embora a Jaguar, incluída no core business da empresa em 2010, tenha vindo a apresentar índices de crescimento notáveis no sector premium. A Jaguar foi fundada em 1922 como Swallow Sidecar Company. O nome SS Cars Ltd, que estava gravado em todos os modelos da marca, foi substituído por Jaguar Cars Lta depois da II Guerra Mundial, devido à conotação negativa que a sigla SS tinha à época. Sediada originalmente em Blackpool, transferiu-se para Coventry em 1928 e hoje todos os veículos são fabricados em Birmingham e Liverpool.

O target preferencial das duas marcas representadas pela União, subsidiárias da Tata Motors, baseia-se em indivíduos com mais de 25 anos, pertencentes às classes média-alta, alta e muito alta, cujos rendimentos lhes permitem aliar a posse ao bem-estar e à diferenciação social.

No corrente ano, ainda que a conjuntura económica seja desfavorável, o índice de vendas tem resistido bem à quebra registada no mercado nacional, o que constitui um excelente indicador para a fase de retoma. Simultaneamente, as marcas têm vindo a reforçar uma estratégia no sentido de alcançar outros segmentos, como o confirma o lançamento dos novos modelos F-Pace, da Jaguar, e Evoque Cabrio, da Land Rover.

A União tem a visão de posicionar-se cada vez mais como uma referência do sector automóvel angolano, assim como liderar na qualidade do serviço pós-venda.

Para o futuro, a União tem a visão de posicionar-se cada vez mais como uma referência do sector automóvel angolano, assim como liderar na qualidade do serviço pós-venda. Para tal, visa consolidar a sua missão de comercializar automóveis de reconhecido prestígio internacional, prestar serviços de assistência de excelência, no sentido de melhorar a qualidade de vida dos seus clientes, fundando o seu trabalho na dedicação e talento dos seus recursos humanos, em novos horizontes de negócio e na crença de uma efectiva sustentabilidade do planeta.

PARTILHAR O ARTIGO \\