QUEDAS DE KALANDULA, MALANGE

\\ Texto Maria Cruz
\\ Fotografia Manuel Teixeira

O cruzamento entre o verde da vegetação e a água das Quedas de Kalandula, do rio Lucala, em Malange, Angola, leva-nos a um estado de espírito profundo. A vontade de querer mergulhar nas águas místicas da maior queda de água existente no país, segunda maior de África, é tanta que só não se realiza porque a sua beleza ?nos deixa submissos à sua arquitetura paisagística?. De perto observamos o entrelaçar das raízes das árvores sobrepostas nas rochas. Ao longe avistamos a extensa planície, com sua vegetação verdejante e sua pureza. Paramos! Queremos somente sentir o prazer da Natureza e saltar os horizontes com os olhos e a imaginação.

PARTILHAR O ARTIGO \\